quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Algumas razões do pioneirismo inglês na Revolução Industrial



A Inglaterra foi pioneira na industrialização. Isso ocorreu porque esse país concentrava condições favoráveis para o desenvolvimento da produção industrial:

• Tinha grande reserva de capitais oriundos da exploração colonial;

• Possuía um Estado afinado com os interesses do Capitalismo inglês, responsável por criar uma legis¬lação favorável aos negócios burgueses, principalmente após a Revolução Gloriosa de 1688;

• O cercamento dos campos, que substituiu a antiga produção agrícola feudal pela criação de ovelhas, foi responsável pela formação de um mercado fornecedor de matéria-prima têxtil (a lã) e do primeiro grupo de operários, formado por trabalhadores que, expulsos do campo, iam para as cidades em busca de outros meios de sobrevivência;

• Finalmente, possuía grandes reservas de carvão, um dos mais importantes combustíveis dos primeiros tempos da industrialização.

Fonte: PETTA, Nicolina Luiza de, OJEDA, Eduardo Aparício Baez. Hitória – Uma Abordagem Integrada. São Paulo: Moderna, s/d, p. 115.

29 comentários:

Mateus disse...

Nossa realmente essa explicação para o 'pioneirismo inglês' me esclareceu bastante coisa (y)
Muito bom meeeeeesmo!
Abraços :*

letycia disse...

Adorei a resposta me ajudou muito!
Ficou bem esclarecedora....

BjuL ;*

junior.1513 disse...

[i]valleu!!!!
muito boa essa explicação
e o trablho também pedia citações
valleu pela força =]

Ana Luisa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Michelle disse...

muito boa a explicação!

Leda disse...

muito bom mesmo esse site
explica muito bem;) amei
parabens!

matheus disse...

merda essse comentario nau me ajudou em nada!!!

paty disse...

Isso pode explicar o pq de a Inglaterra ter se industrializado mas não era caracteristicas unicas da Inglaterra.
O verdadeiro questionamento está em saber de o pq ela ter sido a primeira mesmo tendo muitas caracteristicas iguais a de outros paises da Europa.
Li um texto q falava que o feudalismo da Inglaterra foi diferente das dos outros paises.
Possuia algumas caracteristicas peculiares, e foi a desestruturação do feudalismo que causou essa revolução pioneira.
mas é algo muito complexo.
Não foi apenas uma caracteristica mas várias. Mas afinal, nem se sabe ao certo!

SAMUEL disse...

muito bom vc consiguiu o que a minha professora não consiguiu fazer.
parabens....

Anônimo =P disse...

Sua professora nao "consiguiu" ensinar português a você pelo jeito.

Aline Fantin :3 disse...

nossa muito bom , adorei !

Rebeca disse...

mt obrigada.

complementando alguns motivos:
o acumulo de capital da inglaterra veio, nao somente, da exploraçao colonial, mas tambem dos emprestimos feitos a varios paises, principalmente portugal.

uma das causas de a inglaterra ter criado uma legislaçao favoravel aos negocios burgueses era que a inglaterra nao era um estado catolico, e sim anglicano, pois a igreja catolica condenava o lucro naquela época

abs

loly disse...

Adorei mesmo, me ajudou muito, um dos meus critérios de prova é esse e eu não achava em lugar nenhum, só aqui c=, vlw mesmo.beijos.

Mateus disse...

Que bosta,nada a ver...esse mateus ai eh gay namoral,kkk.

Sabrina disse...

essa pesquisa me ajudoumuito no trabalho d história!!
obg!!

GRACE KELY disse...

valeu ! vocês conseguiram fazer o que o macumbeiro do meu professor não fez ! rsrsrs!
valeu mesmo!

Rodrigo Ribeiro disse...

Gostei muuito bom!

ɑɱɑɳɗɑ disse...

eu gostei muito dessesite ele me ajudou a fazer o trabalho e eu tenho quase certeza q vou tirar uma nota razuavel muito obrigadooo

ɑɱɑɳɗɑ disse...

eu gostei muito dessesite ele me ajudou a fazer o trabalho e eu tenho quase certeza q vou tirar uma nota razuavel muito obrigadooo

ɑɱɑɳɗɑ disse...

eu gostei muito dessesite ele me ajudou a fazer o trabalho e eu tenho quase certeza q vou tirar uma nota razuavel muito obrigadooo

roger_friedrich disse...

nossa site mto bom tinha um temas de historia e n tava com a minima vontade d procurar no livro e issi me ajudou mtoo

roger_friedrich disse...

nossa site mto bom tinha um temas de historia e n tava com a minima vontade d procurar no livro e issi me ajudou mtoo

mymy disse...

nossa! muito bom obg msm! bjs

denis disse...

adorei tbm,foi muito facil fazer o trablho com esse site neh!!

denis disse...

mas vlww ae meus parça,raull santos diego oliveira antinio oliveira ,hugo souza,hugo vieira,felipe oliveira raphael cerqueira!!!amo vcs

Borden_GT disse...

A acumulação de capital nada tem a ver com a expansão marítima inglesa e a pirataria. Esse "capital" obtido em alto-mar era gasto pelos nobres da corte em artigos de luxo produzidos pelas Corporações de Ofício Urbanas. O dinheiro não era investido em fábricas e negócios voltados à produção em massa, o que são o motor da Revolução Industrial.

A acumulação de capital se deu graças ao estabelecimento, no século XVI, e fortalecimento; ao longo dos séculos XVII e meados do XVIII; da indústria familiar camponesa, na qual mulheres e crianças recebiam ferramentas de artesãos simples (geralmente eram aprendizes que saíam das corporações de ofício altamente regulada pelas Guildas e eram proprietários de suas ferramentas)para confeccionar manufaturados, principalmente têxteis. O aumento na produtividade no campo causada pelas invenções da Baixa Idade Média, como o arado a ferro, possibilitou que mulheres e crianças complementassem a renda da família trabalhando em suas próprias casas para esses artesãos individuais. Tal incipiente indústria era completamente desregulada, diferentemente das corporações de ofícios, altamente burocratizadas pelas Guildas, que definiam, cargos hierárquicos, salários, preços e quais tipos de bens produzir (produziam artigos de luxo para os nobres comprarem). Eis a diferença. A liberdade econômica, a liberdade para produzir para as massas a baixo custo, a possibilidade de reinvestir os lucros e aumentar a produtividade do empreendimento, a concorrência que estimula à inovação. Coisas impossíveis nas antigas corporações.

Foram necessários 2 séculos de acumulação primitiva de capital e reinvestimento de lucros para que a Indústria Familiar Camponesa se tornasse mais próspera que as Corporações de oficio Urbanas e pudessem construir as primeiras fábricas. O processo dos Cercamentos dos Campos, que instituiu a propriedade privada, possibilitou que os artesãos simples que acumularam riqueza ao longo do estabelecimento da Industria Familiar Camponesa, alugassem terras para construirem as primeiras unidades de produção em massa, as fábricas.

Resumindo, as causas primordiais do pioneirismo inglês foram: A Liberdade Economica na Industria Camponesa (que intensifica a concorrência, que por sua vez estimula a inovação), a Acumulação Primitiva de Capital e o constante reinvestimento de lucros (idéia que a religião Protestante, maioria na Inglaterra, era a favor, ao contrário da Igreja Catolica).

Mirna disse...

Você escreve coisas muito interessante.. Eu gosto do seu blog e recomendar a amigos. Ontem eu estaba comprando Rações com meu melhor amigo e eu recomendei o seu blog e ela adorou e aprendeu sobre a história.

Marcelo Steffen disse...

oi, queria saber sobre o último tópico, porque a palavra finalmente foi usada alí? eles sofreram pra conseguir essas reservas de carvão? foi demorado?

Marcelo Steffen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.